Relatórios

XIX China Analysis Group Meeting

Inteligência artificial, guerra tecnológica e mudanças na ordem mundial: China, EUA e Brasil

A China consolida sua posição de liderança no desenvolvimento e implementação de inteligência artificial (IA) global. O Brasil precisa estabelecer estruturas que promovam a ciência doméstica e a inovação - incluindo a adoção do 5G - a fim de evoluir de um status de grande consumidor de tecnologia para um “produtor de inovação”.

O documento ressalta que o desenvolvimento de IA requer esforços nacionais em diferentes frentes - da governança de dados à formação de capital humano, o que se traduz em maiores dificuldades para países emergentes, como Brasil.

Somente em inglês.

Compartilhe

Inteligência artificial, guerra tecnológica e mudanças na ordem mundial: China, EUA e Brasil

A China consolida sua posição de liderança no desenvolvimento e implementação de inteligência artificial (IA) global. O Brasil precisa estabelecer estruturas que promovam a ciência doméstica e a inovação - incluindo a adoção do 5G - a fim de evoluir de um status de grande consumidor de tecnologia para um “produtor de inovação”.

O documento ressalta que o desenvolvimento de IA requer esforços nacionais em diferentes frentes - da governança de dados à formação de capital humano, o que se traduz em maiores dificuldades para países emergentes, como Brasil.

Somente em inglês.

Participaram dessa publicação

Tatiana Rosito
Senior Fellow

Consultora Sênior do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD)

Gabriel de Barros Torres
Analista Internacional

Ronaldo Lemos
Advogado e Diretor do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro

Yan Li
Pesquisador sênior da Academia Chinesa de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento (CASTED)

MAIS DO NÚCLEO

TEMAS RELACIONADOS