Eventos online

Autonomia estratégica e política externa europeia: Covid-19, políticas comunitárias e diplomacia da saúde

O debate é parte do projeto "Realinhamentos Econômicos e Políticos": Contribuições Européias", uma parceria entre o Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI) e a Delegação da União Européia no Brasil. O objetivo é discutir como as políticas de soberania nacional se encaixam nas práticas regulatórias multilaterais e como conciliar as diferentes visões dos países europeus com a promoção de uma política coletiva supranacional, a fim de fortalecer e consolidar uma narrativa europeia para as questões de política externa. Algumas perguntas orientadoras são:
- Como as instituições comunitárias européias tratam as emergências de saúde pública e de saúde?
- Em resposta às pandemias de Covid-19, quais foram as dificuldades para coordenar os Estados membros da UE?
- Como a UE é o maior doador mundial no campo da ajuda externa, há programas sendo projetados ou já sendo implementados sobre prevenção e o estabelecimento de sistemas de "alerta precoce"? Este seria um tipo de ação externa considerada relevante na projeção de "soft power" da UE?

Local:

Online

Horário:

11:00-12:15 BRT

Idioma:

Inglês (sem tradução simultânea)

Compartilhe

O debate é parte do projeto "Realinhamentos Econômicos e Políticos": Contribuições Européias", uma parceria entre o Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI) e a Delegação da União Européia no Brasil. O objetivo é discutir como as políticas de soberania nacional se encaixam nas práticas regulatórias multilaterais e como conciliar as diferentes visões dos países europeus com a promoção de uma política coletiva supranacional, a fim de fortalecer e consolidar uma narrativa europeia para as questões de política externa. Algumas perguntas orientadoras são:
- Como as instituições comunitárias européias tratam as emergências de saúde pública e de saúde?
- Em resposta às pandemias de Covid-19, quais foram as dificuldades para coordenar os Estados membros da UE?
- Como a UE é o maior doador mundial no campo da ajuda externa, há programas sendo projetados ou já sendo implementados sobre prevenção e o estabelecimento de sistemas de "alerta precoce"? Este seria um tipo de ação externa considerada relevante na projeção de "soft power" da UE?

Abertura e Moderação

Carlos Milani
Senior Fellow

Vice-Diretor do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IESP-UERJ)

Ignacio Ybáñez
Embaixador da União Europeia no Brasil

José Pio Borges
Presidente do Conselho Curador

Ex-Presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Participantes

Marco Mayer
Professor da Universidade LUISS

Ex-Conselheiro Especial de Segurança Cibernética do Ministério Italiano de Assuntos Internos

Valeria Fargion
Cátedra Jean Monnet sobre Políticas de Integração Europeia

EVENTOS DO NÚCLEO

O THINK TANK DE REFERÊNCIA EM
RELAÇÕES INTERNACIONAIS DO BRASIL

Faça parte dessa rede!
ASSOCIE-SE