Policy Papers

Elementos para uma Estratégia de Retomada do Crescimento Sustentável e Inclusão Social

As políticas macroeconômicas monetária e fiscal não são independentes e devem ser coordenadas. O principal instrumento da política monetária hoje é a taxa básica de juros sobre as reservas bancárias, que é o balizador de toda a estrutura a termo das taxas da dívida pública. A alta de juros atua como inibidor das pressões de demanda, um efeito monetário contracionista, mas eleva o serviço da dívida e as despesas financeiras do governo, um efeito fiscal expansionista. Sobretudo quando associada a um aumento do déficit primário do governo, a um aumento das despesas não financeiras,
a elevação da taxa básica pode ser contraproducente, pois desacelera a economia e simultaneamente eleva a despesa financeira do governo. O resultado é a elevação da dívida em relação ao PIB e o agravamento da impressão de descontrole das contas públicas.


Nesse sentido, consistência macroeconômica significa que diante de um sobreaquecimento da economia, de déficit no balanço de pagamentos e pressões inflacionárias, as políticas macroeconômicas precisam ser coordenadas.

Esse texto tem como objetivo contribuir para as discussões e propostas, coordenadas pelo Núcleo Economia Política do CEBRI, sob a rubrica "Sugestões de diretrizes de políticas públicas 2022".

Compartilhe

As políticas macroeconômicas monetária e fiscal não são independentes e devem ser coordenadas. O principal instrumento da política monetária hoje é a taxa básica de juros sobre as reservas bancárias, que é o balizador de toda a estrutura a termo das taxas da dívida pública. A alta de juros atua como inibidor das pressões de demanda, um efeito monetário contracionista, mas eleva o serviço da dívida e as despesas financeiras do governo, um efeito fiscal expansionista. Sobretudo quando associada a um aumento do déficit primário do governo, a um aumento das despesas não financeiras,
a elevação da taxa básica pode ser contraproducente, pois desacelera a economia e simultaneamente eleva a despesa financeira do governo. O resultado é a elevação da dívida em relação ao PIB e o agravamento da impressão de descontrole das contas públicas.


Nesse sentido, consistência macroeconômica significa que diante de um sobreaquecimento da economia, de déficit no balanço de pagamentos e pressões inflacionárias, as políticas macroeconômicas precisam ser coordenadas.

Esse texto tem como objetivo contribuir para as discussões e propostas, coordenadas pelo Núcleo Economia Política do CEBRI, sob a rubrica "Sugestões de diretrizes de políticas públicas 2022".

MAIS DO NÚCLEO