Curso online

Economia Chinesa Hoje

22 setembro 2021

Economia Chinesa Hoje - Sob a perspectiva de renomados especialistas da China é a sétima edição do Programa de Treinamento Executivo promovido pelo Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI) e o Instituto de Estudos Brasil- China (IBRACH), em parceria com a Escola de Política Pública e Gestão da Universidade Tsinghua, em Pequim.
 
Aula 1 - Tendências nas políticas de inovação
Com a corrida tecnológica entre China e Estados Unidos, serão discutidas, nessa aula, as novas direções para as políticas de novação e as tendências na área de inteligência artificial e suas aplicações a partir da análise de estudos de casos reais.
 
Aula 2 - Percepções de geopolítica 
A segunda aula do programa apresenta as visões das relações internacionais atuais a partir da China e as percepções do país sobre as relações multilaterais no século XXI e sobre as reformas da OMC.
 
Aula 3 - Perspectivas econômicas e reformas financeiras
As metas econômicas do XIV Plano Quinquenal, as direções do sistema financeiro com a abertura para empresas estrangeiras e o desenvolvimento da moeda digital, assim como a regulamentação das grandes empresas de tecnologia e seus braços financeiros, são os principais temas dessa aula.
 
Aula 4 - A China e a Ásia
A China concluiu recentemente a importante parceria econômica regional e um acordo de investimentos com a Europa. Quais são os aspectos mais relevantes desses acordos regionais e interregionais, seus regimes regulatórios e como eles influenciam a política internacional chinesa em geral?
 
Acesse o programa completo do curso AQUI.
 

Confira a repercussão do curso “Economia Chinesa Hoje” na imprensa: 

  • “'A globalização está sob risco', afirma acadêmico da China” | Valor Econômico, 29/09. Leia aqui.
  • ‘China aceita regras de outros países, se houver competição justa’, diz professor da Universidade Tsinghua | Valor Econômico, 29/09. Leia aqui.
  • “‘Entre EUA e China existe suspeita mútua assegurada’, diz professor da Universidade de Pequim” | Valor Econômico, 24/09. Leia aqui.
  • “Universidade Tsinghua investe na formação de executivos brasileiros” | Exame, 10/09. Leia aqui.
Duração:

2 semanas

Início:

22/09/2021

Horário:

8:30 às 10:00

Plataforma:

Zeeplo

Idioma:

Somente em Inglês

Investimento:

R$ 800,00

Compartilhe

Economia Chinesa Hoje - Sob a perspectiva de renomados especialistas da China é a sétima edição do Programa de Treinamento Executivo promovido pelo Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI) e o Instituto de Estudos Brasil- China (IBRACH), em parceria com a Escola de Política Pública e Gestão da Universidade Tsinghua, em Pequim.
 
Aula 1 - Tendências nas políticas de inovação
Com a corrida tecnológica entre China e Estados Unidos, serão discutidas, nessa aula, as novas direções para as políticas de novação e as tendências na área de inteligência artificial e suas aplicações a partir da análise de estudos de casos reais.
 
Aula 2 - Percepções de geopolítica 
A segunda aula do programa apresenta as visões das relações internacionais atuais a partir da China e as percepções do país sobre as relações multilaterais no século XXI e sobre as reformas da OMC.
 
Aula 3 - Perspectivas econômicas e reformas financeiras
As metas econômicas do XIV Plano Quinquenal, as direções do sistema financeiro com a abertura para empresas estrangeiras e o desenvolvimento da moeda digital, assim como a regulamentação das grandes empresas de tecnologia e seus braços financeiros, são os principais temas dessa aula.
 
Aula 4 - A China e a Ásia
A China concluiu recentemente a importante parceria econômica regional e um acordo de investimentos com a Europa. Quais são os aspectos mais relevantes desses acordos regionais e interregionais, seus regimes regulatórios e como eles influenciam a política internacional chinesa em geral?
 
Acesse o programa completo do curso AQUI.
 

Confira a repercussão do curso “Economia Chinesa Hoje” na imprensa: 

  • “'A globalização está sob risco', afirma acadêmico da China” | Valor Econômico, 29/09. Leia aqui.
  • ‘China aceita regras de outros países, se houver competição justa’, diz professor da Universidade Tsinghua | Valor Econômico, 29/09. Leia aqui.
  • “‘Entre EUA e China existe suspeita mútua assegurada’, diz professor da Universidade de Pequim” | Valor Econômico, 24/09. Leia aqui.
  • “Universidade Tsinghua investe na formação de executivos brasileiros” | Exame, 10/09. Leia aqui.

Coordenação

Anna Jaguaribe (in memoriam)
Conselheira

Diretora do Instituto de Estudos Brasil-China (IBRACH)

José Mário Antunes
Representante-Chefe do escritório do Governo do Estado de São Paulo em Xangai

Palestrantes

Gao Yuning
Professor Associado da Escola de Políticas Públicas e Gestão da Universidade Tsinghua

Ju Jiandong
Professor da Escola de Políticas Públicas e Gestão da Universidade Tsinghua

Liang Zheng
Professor da Escola de Políticas Públicas e Gestão da Universidade Tsinghua

Tu Xinquan
Reitor do Instituto Chinês para Estudos da OMC na University of International Business

Xue Lan
Reitor do Schwarzman College da Universidade de Tsinghua

Yu Qiao
Professor de Economia da Universidade Tsinghua

Zha Daojiong
Professor na Escola de Estudos Internacionais da Universidade de Pequim

Zhao Minghao
Senior Fellow do Instituto de Estudos Internacionais da Universidade Fudan

CURSOS DO NÚCLEO

O THINK TANK DE REFERÊNCIA EM
RELAÇÕES INTERNACIONAIS DO BRASIL

Faça parte dessa rede!
ASSOCIE-SE