BOTÃO

Meu cebri Logotipo

Version EnglishENGLISH VERSION

Mercosur: juntos hacia el mundo

Wed Jun 22 00:00:00 BRT 2016

Imagem evento destaque

Vídeos

Podcasts

Conteúdo

SEMINÁRIO JUNTOS HACIA EL MUNDO APRESENTA NOVAS PROPOSTAS PARA O MERCOSUL EM SÃO PAULO

Especialistas propõem ações nas áreas energia, infraestrutura e agronegócio, que visam maior competitividade para o bloco e para o Brasil

 

O Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI) realizou nesta terça e quarta-feira (22/06), em São Paulo, o seminário “Juntos Hacia El Mundo”, com reuniões de trabalho no escritório do Itaú BBA e no campus da FAAP, em São Paulo. O evento reuniu representantes dos principais think tanks da América do Sul, da iniciativa privada e os Embaixadores da  da Argentina, Carlos Magarinõs, do Uruguai, Carlos Amorín, do Embaixador do Brasil no Paraguai, José Eduardo Martins Felicio, representando o Chanceler, José Serra, e o secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Daniel Godinho, e especialistas de diversas instituições. Houve uma rodada de debates sobre o Mercosul e apresentação de propostas para uma maior competitividade do Brasil no comércio exterior e para intensificar a integração regional.

Como resultado, as instituições elaboraram policy papers com recomendações estratégicas para a região nas áreas de infraestrutura, agroalimentar e de energia. Também foi assinado  um memorando de entendimento entre o CEBRI, o Consejo Argentino para las Relaciones Internacionales (CARI); Consejo Uruguaio para las Relaciones Internacionales (CURI) e o Consejo Paraguayo de Estudios Internacionales (CEPEI) para colaboração mútua.

O acordo prevê ações de cooperação que assegure um diálogo estratégico entre os setores público, privado e acadêmico dos quatro países, visando à construção de uma agenda positiva e uma maior integração regional.

“Houve um consenso de que não queremos mais do mesmo, nem grandes relançamentos. A estrutura do Mercosul precisa ser menos burocrática e politizada. O foco agora é gerar mais negócios e priorizar estratégias que insiram nossos países com força no comércio global”, enfatizou Rafael Benke, presidente do Conselho Curador do CEBRI.

O Embaixador Rubens Ricupero, conselheiro do CEBRI, participou do lançamento da plataforma de trabalho e elogiou: “Esta é uma iniciativa inovadora do CEBRI. Pela primeira vez, reunimos instituições de renome região para discutir o futuro do Mercosul e o mais importante com a presença da iniciativa privada também”. O professor Celso Lafer, também conselheiro, destacou que este movimento, não só dos governos, mas de especialistas e empresários é o ponto de partida para um ciclo mais pragmático e próspero para a região. “O Mercosul precisa de uma nova governança, que avalie não apenas as necessidades internas, mas seu posicionamento no mercado global”, declarou.

O secretário de Comércio Exterior, Daniel Godinho frisou que a presença mais eficaz do Brasil no comércio global deve partir de um esforço conjunto. “Não depende apenas do governo, mas de todos os atores da sociedade: academia, diplomacia, empresarial e dos think tanks. O CEBRI tem desempenhado um papel exemplar neste sentido”, disse.

Para Thomas Zanotto, diretor do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), que participou o encontro, a visão de longo prazo é importante, mas o bloco precisa de ações imediatas e assertivas. “Hoje temos mais de 200 comissões dentro do Mercosul, temos que otimizar este trabalho, olhar para frente e tornar o bloco menos burocrático e mais competitivo”, frisou.

O Embaixador do Brasil na Argentina, Carlos Magariños, ressaltou que encontros como este são essenciais para o estabelecimento de um novo ciclo produtivo na região e os governos já estão em negociações para fechar novos acordos. “É muito importante esta aproximação e troca de ideias entre os especialistas, governo e empresariado. Vejo hoje que a relação entre Brasil e Argentina está mais próxima, horizontal e alinhada. Temos reuniões nos próximos dias aqui no Brasil para tratar de questões dos setores automotivo e alimentar”, disse.

O Embaixador José Botafogo Gonçalves, vice-presidente emérito do CEBRI, apontou o setor agroalimentar uma grande oportunidade para o Brasil e o bloco se posicionarem melhor no comercio global. “A produção de alimentos é um pilar comum aos membros fundadores do Mercosul, representa um vetor importante de desenvolvimento econômico e de geração de emprego para os quatro países e, sem dúvida, é o setor da economia que mais nitidamente revela uma das principais vantagens competitivas da região”, declarou. Ele acrescentou que é preciso “criar interesses e normas regulatórias comuns e ações prioritárias para fortalecer a integração comercial e produtiva entre as empresas da região”.

Felix Pena, conselheiro do CARI, da Argentina. “Como o próprio nome do seminário diz, juntos podemos fazer mais. Acreditamos que possamos colaborar em conjunto para tornar o bloco menos engessado e mais competitivo”, concluiu.

 

convite_22_jun_juntoshaciaelmundo

 

Fotos

 

voltar

Local

R. Alagoas, 903 - Higienópolis, São Paulo - SP, Brasil

Wed Jun 22 00:00:00 BRT 2016
09:00 às 12:30

Informações gerais

Este evento é gratuito. Em caso de falhas no site, contate-nos através do email eventos@cebri.org.br.

DÚVIDAS OU CONTATO

Centro Brasileiro de Relações Internacionais